quinta-feira, 21 de junho de 2007

Pobreza franciscana - os nosso media


Na minha terra costuma-se usar muito esta expressão: «isto é de uma pobreza franciscana». Nunca como agora os media do "rectângulo" se entretêm com a designada espuma do dia, com a boçalidade, com o trivial. Os meus ex-camaradas (re)descobriram o José Manuel Rodrigues Berardo. Desculpem, o Joe! Aqueles que se ofendem por tudo e por nada, que não gostam de ser criticados, muitos deles autênticas virgens imaculadas, seríssimos, encontraram no Joe a fonte de toda a notícia: ele é BCP, ele é CMVM, ele é Benfica... Bolas, o Joe é do Benfica. Isso vende. E ainda por cima o malandreco do Joe, meu conterrâneo por sinal (daí o José), mandou o "nosso" Rui Costa para aquele lugar tão feio...

E não é que o Joe é capa em tudo o que é jornal? No JN, no DN, no CM, na "arrastada" Visão, na sensaborona Sábado. Mas, pergunto, há alguma coisa de novo sobre a Terra, trazida pelo Joe?

Sinceramente já enoja. Continuam a ir atrás do óbvio, do fácil (concordo em pleno com Pacheco Pereira). Já agora mais duas notas: sabem que o Joe vai ser capa da prestigiada Time?

Como madeirense sinto-me traído pelo Joe: e o nosso Marítimo?

Tudo isto é ridículo (o homem vem de vermelho, mas veste-se de preto para o boneco...) Meus amigos, pior é impossível. E depois, admirem-se quando se fala de "sarjeta". Nunca fez tanto sentido!


Nota: tudo o que afirmei insere-se no "eventualmente", no "aparentemente". Eu não afirmei objectivamente. Não cruzei a informação.


Foto: DR

4 comentários:

Ana Clara disse...

Subscrevo totalmente tudo o que acima se diz. E mesmo que corra o risco de me ser imposto um processo-crime por emitir a minha opinião e prescindo do «eventualmente». Nos tempos que correm já nem liberdade de expressão podemos ter, mas é contrariando a tese deste (actual) poder anti-democrático que conseguiremos combater a tentativa de calar quem, por si só, sabe pensar e ter ideias.

RFF disse...

Caríssima Ana Clara,
Os meus parabéns pelo desassombro e coragem. É raro no mundo do jornalismo.
Aguardo por novos "postagens".

Ana Clara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Clara disse...

Não é coragem. Sou apenas uma cidadã igual a tantos outros que tem um pensamento, uma ideia e uma opinião do País e do Mundo, como diz o Rodrigo Guedes de Carvalho...
De qualquer forma, só acho que nós, os jovens, temos de ser capazes de ter uma intervenção cívica e social que possa, pelo menos contribuir para mudar alguma coisa. Nem que seja lembrar que os problemas existem.

Contador

Hit Counters